Sam’s Club

18 de janeiro de 2013Tempo de leitura: 4 minutos

CLIENTE: WALMART

Desde a sua criação, em 1962, o Walmart se preocupa em proporcionar satisfação na venda com responsabilidade e credibilidade. Um dos triunfos da rede – considerada a maior do mundo no ramo varejista – é valorizar os distintos e múltiplos perfis de consumidores. O Sam’s Club, estabelecimento que pertence a rede Walmart, tem como proposta oferecer uma relação com o cliente além da venda física de um produto a atacado e varejo: uma sociedade. Desta forma, a loja ganhou vida na Zona Norte de Porto Alegre por meio do projeto desenvolvido pela Vera Zaffari Arquitetura, em uma região que vem sofrendo forte tendência de expansão.

Considerada a maior rede varejista do Mundo, entendendo a abundância de perfis de consumidores e as suas necessidades, o Walmart está nesse amplo campo comercial em hipermercados, supermercados, lojas de atacado, de vizinhança e clubes de compra.

 

O Sam’s Club surgiu em 1983 e, desde então, este serviço diferenciado se solidificou, padronizou o sistema de fidelidade e se difundiu pelo Mundo.  Somente os sóciosdispõem dos benefícios e exclusividades que o Sam’s Club oferece. Uma iniciativa que se destaca no âmbito comercial. Presente no Brasil desde 1995, o Sam’s Club está expandindo o seu mercado. Nesse ano, inaugurou a sua nova e primeira loja em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul.

A VZA foi acionada para elaborar o projeto arquitetônico  que possibilitasse a concretização desta loja Sam’s Club. Para tal elaboração foram consideradas uma série de exigências legais e particularidades que atendem o padrão global Walmart e que devem ser respeitadas e incorporadas neste trabalho.

 

Todo e qualquer projeto arquitetônico inicia por um estudo do terreno e suas particularidades. É nessa etapa que encontramos nosso primeiro desafio: a loja Sam’s Club gaúcha foi planejada para ser instalada no mesmo terreno onde está localizado o BIG Sertório, grande estabelecimento também da bandeira Walmart.

A estrutura a ser projetada deveria harmonizar as construções já existentes com a nova edificação de seis mil metros quadrados de aera de vendas a ser implementada. Ainda, viabilizar legalmente todo o complexo.

Quando se pretende remodelar e implementar obras de grande porte, é necessário cumprir legislações importantes com contrapartidas relacionadas ao impacto urbano que geram.

O projeto precisou de criatividade no estudo de adequação da área. Empregamos medidas de permeabilidade do terreno, número mínimo de vagas de estacionamento e alargamento viário das avenidas do em torno. Com a proximidade do local do empreendimento com o Aeroporto Internacional Salgado Filho, duas exigências desafiaram os arquitetos da VZA: a cota máxima de altura permitida pelo cone de aproximação do aeroporto e a cota mínima de implantação do prédio em função do arroio limítrofe.

 

O Walmart, assim como a VZA, prima pelo respeito com o meio ambiente. Dessa forma, o projeto não poderia deixar de contemplar ações específicas de sustentabilidade.

Integramos diversas ações que diminuem o impacto da construção civil ao ambiente. Destaque para a bacia de amortecimento (ou retenção) de águas pluviais. A estrutura acumula temporariamente as águas provenientes das chuvas com a função de amortecer as vazões de cheias, retardando o escoamento e reduzindo os riscos de inundações.

Além disso, foi desenvolvida uma cobertura com claraboias para aproveitar a iluminação natural, um sistema de gestão de energia e lâmpadas especiais que reduzem o consumo. O projeto conta, ainda, com uma central de reciclagem para separação de resíduos gerados e uma comunicação visual que utiliza materiais reciclados.

Atendendo a uma demanda da Prefeitura de Porto Alegre, incluiu-se uma ciclovia junto à Avenida Sertório para utilização pública. Outra solicitação foi a compensação vegetal exigida por meio de um estudo de manejo arbóreo do empreendimento e seu entorno.

 

Ano do projeto: 2012
Ano de construção: 2012

Vagas estacionamento:
PNE’S – 13
Gestantes – 03
Idosos – 22
Carros flex – 04
Carona solidária – 04
Automóveis – 437
Pick up´s – 03
Motos – 03
Bicicletas – 09
Carro forte – 01

Área de grama: 11951,39 m²
Área de grama nas calçadas: 611,97m²
Área concregrama: 10410,92m²
Área permeável alcançada: 17360,84m²
Área de salão de vendas: 6.176,57 m²
Área total construída: 19.624,40 m²

 

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Tenha o melhor conteúdo sobre arquitetura e urbanização, atualizado e direto no seu e-mail.

Arquitetura para Supermercados: Rollout como tecnologia para expansão de redes

As tendências de consumo são reflexos da situação econômica…

Design for Disassembly: Para construir o futuro é preciso desconstruir

É isso mesmo que você leu: as construções do futuro serão…