Inovar é difícil

14 de agosto de 2013Tempo de leitura: < 1 minuto


inovar2

De acordo com Camila Sfreddo, da VZA, a inovação não está restrita às grandes empresas e não resulta em produtos ou processos revolucionários. A Inovação pode estar em pequenas ações, como logotipo, ambiente de trabalho ou quaisquer outras questões que gerem resultados. 

Existem dois tipos de inovação, que foram destacadas neste mês no encontro empresarial organizado pelo Sebrae com a temática “Inovação – Inovar é difícil”. São elas: “Inovação Radical” que é a inovação que gera grande impacto, como o surgimento do automóvel, e a “Inovação Incremental” que agrega complementos a inovações já existentes, como os aplicativos para celulares.

“Uma boa maneira de inovar é fazer com que todos se envolvam. Uma pessoa pode dar uma ideia e a outra complementar. Uma sugestão dada no evento foi a de usar murais de fácil acesso à equipe, onde todos podem sugerir ideias de inovação e complementar outras dadas por colegas”, diz Camila.

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Tenha o melhor conteúdo sobre arquitetura e urbanização, atualizado e direto no seu e-mail.

A Urgência da Transformação Digital na Construção Civil

A transformação digital nas empresas da construção civil…

Open Mall: a conveniência dos centros comerciais de proximidade

A tendência mundial dos Open Malls, que está recriando os…