Liderando a matilha: estratégias para se destacar dos competidores – NRF

15 de janeiro de 2014Tempo de leitura: 3 minutos
Vera Zaffari, diretora da VZA, participa da Retail`s Big Show 2014 em Nova York.

Vera Zaffari, diretora da VZA, participa da Retail`s Big Show 2014 em Nova York (divulgação VZA)

A diretora Vera Zaffari está em Nova Iorque acompanhando os keynotes e as palestras mais importantes do Retail’s Big Show 2014 da National Retail Federation (NRF), que acontece em Nova Iorque. A arquiteta também visitará empresas varejistas internacionais em busca de inovações e tendências do mercado para futura implementação em projetos arquitetônicos da VZA | Vera Zaffari Arquitetura. Em uma série especial de posts da NRF, vamos publicar apontamentos e informações da diretora sobre os principais tópicos da feira.

“A palestra Liderando a matilha: estratégias para se destacar dos competidores inicia a maior feira de varejo do mundo com um painel onde empresas brasileiras como Chilli Beans e Puket contam suas estratégias mostrando a importância de fazer diferente, inovar, quebrar paradigmas para atingir novos mercados e buscar o reconhecimento internacional. É o Brasil fazendo bonito lá fora”

Vera Zaffari

As palestras do primeiro dia da NRF reuniram diversos empreendedores e varejistas de perfis diferenciados. Os empresários, de todos os lugares do mundo, apresentaram cases de sucesso em diversos setores do varejo. A primeira na agenda da VZA foi Leading the Pack: Strategies to Outperform Your Competition (Liderando a matilha: estratégias para se destacar dos competidores em tradução livre). Na programação, ao lado de outros empresários brasileiros, Claudio Bobrow (Puket) e Caio Maia (Chilli Beans) apresentaram seus currículos e experiências no mercado varejista nacional.

Claudio Bobrow da Puket

Claudio Bobrow da Puket (divulgação NRF)

Claudio Bobrow expôs a trajetória da Puket, marca especializada em meias e vestuário íntimo que tem lojas espalhadas internacionalmente, de acordo com o ministrante “Estão sempre abertos a receber feedback e investem bastante nas lojas pois é aí que o cliente toma contato com a marca”.

A indústria familiar esta à 70 anos no mercado e considera que a base do trabalho são os funcionários, já que a empresa produz internamente seus produtos. O investimento para melhorias nas lojas próprias nos últimos anos aumentaram em 20% as vendas. No setor de responsabilidade social, a empresa recolhe meias usadas e as transforma, após um cuidadoso processo de reciclagem, em cobertores para a população carente.

Caio Maia da Chilli Beans

Caio Maia da Chilli Beans (divulgação NRF)

O empresário Caio Maia, fundador da Chilli Beans, contou sua trajetória pessoal, que passou de vendedor informal de rua (“muambeiro” como ele se definiu na palestra) até dono de uma rede nacional de armações para óculos. O diferencial do sucesso foi Maia assumir e investir em seu negócio, instalando quiosques em shoppings de todo Brasil. Após o sucesso alcançado com os quiosques, a rede foi “pressionada” a investir mais e trocar o modelo por lojas convencionais. A marca inclusive, inaugurou uma loja conceito na badalada Oscar freire (em São Paulo) em 2013.

A Chilli Beans está plantando seu nome nas gerações Y e Z, pois as gerações baby boomers e X ainda associam valor a marcas como Rayban. Com uma operação que envolve a compra de várias marcas menores, a inspiração do negócio vem do México e Tailândia. Atualmente a rede já tem 40 lojas fora do Brasil e pretende expandir o contigente para 400 unidades no estrangeiro. A empresa faz sua parte na área de responsabilidade social reciclando óculos.

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Tenha o melhor conteúdo sobre arquitetura e urbanização, atualizado e direto no seu e-mail.

Lojas Renner | Calle Florida: os principais desafios de desenvolver um projeto internacional de arquitetura de varejo

Em dezembro de 2019, realizamos mais uma entrega de arquitetura…

A Urgência da Transformação Digital na Construção Civil

A transformação digital nas empresas da construção civil…