Também fazemos projetos no ramo Saúde

28 de maio de 2021Tempo de leitura: 4 minutos

A VZ&CO decidiu ingressar em novas áreas, além do varejo. Desde 2017, estamos à frente de um grande empreendimento do ramo Saúde: o  Medical Center, de Bento Gonçalves — nosso primeiro projeto na área, previsto para ser inaugurado até 2024.

 

 

Percebemos que existe uma demanda por projetos de arquitetura mais modernos e inteligentes no setor,  especialmente após a pandemia de Covid-19″, explica Vera Zaffari, CEO do escritório.

De fato, hospitais e clínicas de saúde já estão investindo em mudanças, com o apoio de escritórios de arquitetura. A tendência é de construção de edifícios com mais áreas verdes, baseados no conceito de arquitetura biofílica que busca a mescla entre o conforto e o relaxamento de ambientes junto à natureza e ao ambiente externo. Como parte integrante do projeto, ambientes poderão ser adaptados para funcionar com o uso de inteligência artificial e com flexibilidade para mudanças emergenciais — como a criação de novos leitos de UTI.  Os dados são de um estudo publicado pelos escritórios internacionais HKS Architects e Arup, especializado no assunto, e foram divulgados recentemente na CNN Brasil.

 

 COMO TUDO COMEÇOU

O convite para projetar esse Medical Center veio de um cliente antigo, a bandeira Viverone, para quem já tínhamos projetados empreendimentos na área de hotelaria.

“Nós já realizamos vários projetos com esse cliente, e esse foi um fator primordial para que ele nos escolhesse para assumir esse novo desafio. É sempre animador quando um cliente volta a trabalhar conosco, porque é a prova da qualidade do nosso trabalho e da entrega de  projetos sempre muito bem detalhados, que não dão retrabalho ao cliente”, conta Rubiane Schneider, arquiteta da VZ&CO que coordena o projeto.

A VZ&CO ficou responsável por todo o projeto do empreendimento — que envolve o planejamento da infraestrutura, dos espaços interiores, a funcionalidade, conforto e a estética do local das áreas comuns.

 

Para a concepção do projeto seguimos as especificações técnicas  previstas na regulamentação RDC 50 da ANVISA, que define as diretrizes de construção de empreendimentos da área da saúde”, afirma  Rubiane. Tal  regulamentação, prevê, entre outros, a definição do tamanho de portas, elevadores, estruturas de acessibilidade e até mesmo a descrição de um sistema básico de tratamento de resíduos hospitalares.

 

 O PROJETO

Projeção da Vista Adicional Externa

O Medical Center de Bento Gonçalves terá 25 pavimentos, sendo 14 pavimentos na torre, 01 pavimento de base — aflorado da superfície —  e 10 pavimentos de subsolo, sendo sete deles dedicados ao estacionamento.

Na fachada, parte da edificação é coberta por vidro em tom azulado, com material pouco reflexivo, o que valoriza a reflexão da paisagem. Afinal,  o empreendimento fica em um dos pontos mais altos da cidade de Bento Gonçalves. No revestimento, optamos pela cor cinza para relacionar com o acabamento em concreto aparente e dar um ar contemporâneo ao prédio.

Começando pelo moderno lobby de recepção, o espaço contará com uma sala de espera que será integrada às clínicas da torre, com acesso aos elevadores que conectam desde o acesso do estacionamento até o último pavimento da torre. Ainda na base da edificação, o projeto contará com uma unidade do Hospital Dia, que irá realizar pequenas intervenções e procedimentos que não necessitam de internação.

Todo o projeto foi concebido com a preocupação no atendimento de acessibilidade universal. Além disso, para fazer integração com o hospital, o Medical Center contará com elevadores para pacientes que precisarem utilizar macas.

Outro diferencial do projeto é um terraço aberto, com espaço gastronômico para os visitantes — ideal para quem tiver de passar o dia no local, fazendo exames ou trabalhando. O projeto tem o conceito de disponibilizar tudo em um único lugar, por isso, a base da edificação contará ainda com uma pequena galeria comercial composta por 17 lojas.

 

 LOCALIZAÇÃO

Localizado no  município de Bento Gonçalves, nas Serras Gaúchas,  a construção está em pleno vapor. Por conta da pandemia, todos trabalham para erguer o espaço, capaz de suprir as necessidades da região em um centro clínico de alto padrão de qualidade, mais moderno e inteligente.

 

O Medical Center está  localizado em uma área privilegiada, bem no centro da cidade, por isso nos preocupamos muito em trazer um projeto contemporâneo e atemporal. Tudo isso, levando em conta também as preocupações técnicas com a estrutura ,tendo em vista o número de pavimentos de subsolo que exigem uma grande área de escavação em um terreno rochoso, habitual da serra gaúcha”, explica a arquiteta.

 

 EXPECTATIVAS E DESAFIOS

Rubiane, arquiteta

Como o segmento de saúde está em alta no Brasil, a VZ&CO está animada com os resultados deste primeiro empreendimento.

 

Foi um projeto inovador, com muitos desafios e aprendizagem. Vários estudos iniciais foram realizados para viabilizar o  que esse centro clínico exigia, que é bem diferente das necessidades do varejo. O cliente depositou em nós a confiança de fazer algo jamais visto em Bento Gonçalves. Esse desafio nos motivou a superar expectativas e está sendo enriquecedor para todos”, avalia  Rubiane.

 

Para ela, outro ponto importante é a coordenação da gestão do tempo e do controle de revisões de projeto, viabilizando as compatibilizações entre disciplinas, garantindo a assertividade em obra sem retrabalhos. Como o empreendimento é um investimento a longo prazo, a arquiteta chama a atenção para a importância da organização das informações e dos aprendizados obtidos.

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Tenha o melhor conteúdo sobre arquitetura e urbanização, atualizado e direto no seu e-mail.

Conheça o futuro da arquitetura de varejo

As pessoas querem mais comodidade e não estão mais dispostas…

Também fazemos projetos no ramo Saúde

A VZ&CO decidiu ingressar em novas áreas, além do varejo.…