Posts

Shoppings no foco do colunista Paulo Sant’Ana

Tempo de leitura: < 1 minuto

O colunista Paulo Sant’ana, do jornal Zero Hora (RS), de Porto Alegre, aborda hoje, em seu comentário diário, um tema que temos tratado aqui e trabalhado na VZA – Vera Zaffari Arquitetura: a funcionalidade dos shoppings centers.

santana

Assim como já abordamos algumas vezes no blog, o jornalista comenta a importância dos shoppings na prestação de serviços e demais atrativos ao público. A regra é mundial, os grandes centros comerciais passam por transformações e, cada vez mais, buscam oferecer experiências diferenciadas para atrair o público.

Em pauta, os desafios e as tendências para os shoppings

Tempo de leitura: < 1 minuto

shoppingsO Recon – The Global Retail Real Estate Convention ocorre de 18 a 20 de maio em Las Vegas mas, para quem não pode ir até os Estados Unidos conferir as últimas ideias e tendências a respeito do mercado de shoppings centers no mundo, a ABRASCE e a GSMD promovem, no dia 29, em São Paulo, o encontro Pós Recon 2014.

A intenção é reunir, em uma programação de uma manhã, os principais tópicos abordados pelo evento internacional, em primeira mão no Brasil. Entre os temas, a tecnologia aprimorando a experiência de compra dos consumidores, a inteligência agregada ao marketing por meio das informações sobre o comportamento do consumidor, as experiências dos shoppings no terreno do e-commerce, o novo boom dos outlets e a arquitetura e ambientação como fatores diferenciais dos shopping centers.

O Pró Recon 2014 ocorre no Espaço Milenium, na Vila Mariana. Confira detalhes da programação e informações sobre as inscrições: http://bit.ly/1mFT3xP .

 

 

 

Chile vibra com projeto de novo centro cultural

Tempo de leitura: < 1 minuto

CHILESeguindo a transformação implementada no bairro Bellavista, em Santiago, o fundo de investimentos Cimenta convocou um concurso fechado para construir um novo centro gastronômico e cultural. O projeto vencedor mostra como um espaço vazio em uma zona homogênea pode ser o ponto de partida para uma criação fenomenal.

Além da beleza e da praticidade do espaço, a sustentabilidade é um dos pontos de destaque do projeto, que contempla um sistema de espaços verdes em superfícies horizontais e verticais em todos os seus níveis. O objetivo principal da proporção e configuração do verde aumenta as superfícies permeáveis e reduz os efeitos de ilha de calor. Um subsistema de água de três fontes e tanques interconectados também auxiliam nesse objetivo principal. E a flexibilidade dos limites do projeto permite o fechamento eventual durante a noite, com a utilização de portões desmontáveis, alcançando as condições de segurança requeridas.

O centro será vizinho ao acesso do Parque Metropolitano, do zoológico, da Casa Museo La Chascona del Poeta Pablo Neruda e do Pátio Bellavista.

 

Além da segurança, câmeras passam a captar preferências

Tempo de leitura: < 1 minuto

cameraInteressado em saber cada vez mais sobre as reais necessidades e preferências dos consumidores, o varejo vem encontrando alternativas nas próprias tecnologias que já detém para fazer uma pesquisa em tempo real, nos corredores de shoppings e supermercados.

Empresas de tecnologia que atuam em soluções dedicadas a processos de automação com código de barras, coletores de dados e redes sem fio lançam a tecnologia de inteligência de imagem. A solução ajuda os varejistas a entenderem o comportamento do cliente dentro da loja e, consequentemente, maximizarem suas vendas, proporcionando experiências múltiplas aos consumidores.

A tendência é cada vez mais termos lojas totalmente conectadas, com informações em tempo real sendo repassadas para as operações internas e para o atendimento ao cliente. Nesse sentido, a arquitetura comercial entra como peça fundamental para melhor acomodar a aparelhagem tecnológica e melhor receber os clientes, reforçando a marca no mercado. A consequência? Melhores processos, melhor atendimento e o consumidor cada vez mais satisfeito – é o que se espera!

McDonald’s abre sua primeira unidade vegetariana

Tempo de leitura: < 1 minuto

McVeggieAcredite: a rede McDonald’s inaugurou sua primeira loja vegetariana. Na Índia, terra em que a vaca é um animal sagrado, a rede mundial de fast food resolveu adequar todo o seu cardápio aos gostos locais – lá a carne de vaca é proibida aos hindus e a carne de porco ofende os princípios muçulmanos.

Sem hambúrgueres de carne, a loja fica próxima ao Templo Dourado, na cidade santa sikh de Amritsar, nordeste da Índia. O destaque no cardápio é o sanduíche McAloo Tikki, um hambúrguer de massa de batata temperada e frita. Entre os sanduíches à base de frango, o Maharaja Mac também é favorito. Na arquitetura, a loja também demonstra traços mais clean em relação às lojas tradicionais, sem perder as peculiaridades da marca.

Mas o McDonald’s não está sozinho em seu projeto de ”indianizar” seu cardápio. A Domino’s Pizza, outra cadeia presente na Índia, criou pizzas com coberturas diversificadas.

Adequar o produto a novas experiências exigidas pelos consumidores é tendência mundial no varejo.

 

Redesign debate mudança nas lojas físicas

Tempo de leitura: < 1 minuto

loja2Mostrar como as lojas físicas estão se transformando em verdadeiros pontos de convívio, entretenimento, informação e educação. Essa é a proposta do Redesign, evento que ocorre nos dias 27 e 28 de maio na Fecomércio, em São Paulo.

Encontro obrigatório para quem atua ou se relaciona com o varejo brasileiro e internacional, o Redesign traz em sua programação momentos para debater o futuro e as tendências do design de lojas, incluindo aspectos da arquitetura, do design, da iluminação e da tecnologia.

Loja em Shangai inspira-se na obra de M.C. Escher

Tempo de leitura: < 1 minuto

escherÉ tempo de inventar e reinventar-se – e o varejo mundial vivencia especialmente esta onda. Em sua loja conceito instalada em Shangai, a marca Alter resolveu buscar nas artes plásticas a inspiração para sua arquitetura.

Conhecido por seus desenhos e gravuras que brincam com as percepções da perspectiva, M.C. Escher (1898-1972) aparece nas escadas exploradas pelo projeto da loja, que servem de tablados e prateleiras. Cores, materiais e recursos de iluminação contribuem para potencializar as ilusões de ótica típicas das obras do artista gráfico holandês. “Veja os produtos mais originais em um ambiente de tirar o fôlego”, anuncia a loja.

 

 

 

Projetos arquitetônicos garantem experiências diferenciadas

Tempo de leitura: < 1 minuto

aeroporto singapura2No mundo de milhares de possibilidades em que vivemos, prender a atenção do consumidor torna-se, cada vez mais, um trabalho hercúleo. Em grandes empreendimentos comerciais, um bom projeto de arquitetura pode ser decisivo para garantir a permanência dos clientes por mais tempo nos estabelecimentos, a partir da oferta de experiências diferenciadas e únicas. Em um aeroporto, em que as demoras e os atrasos têm sido cada vez mais constantes, proporcionar novas experiências aos usuários torna-se praticamente uma obrigação.

Um excelente exemplo dessa equação é o Aeroporto de Changi, em Cingapura. Eleito o melhor do mundo pelo World Airport Awards, promovido pelo site SkyTrax, Changi possui áreas de relaxamento, jardins variados, cinema gratuito 24h, piscina na cobertura e lounges com TVs. Para as crianças, há playgrounds e áreas infantis, com jogos eletrônicos especiais para elas.

E se a tecnologia está à disposição, a natureza também. Os jardins do aeroporto são divididos por tipo de plantas: orquídeas, cactos e girassóis. Um lago com peixes e um jardim com mais de mil borboletas nativas da Cingapura e da Malásia ocupa 330 metros quadrados.

Uma inspiração e tanto!