Posts

Edifício produzirá sua própria energia no Rio

Tempo de leitura: < 1 minuto

predio rio2Proporcionar economia para os compradores e um posicionamento positivo das empresas ali instaladas, do ponto de vista socioambiental. Esses são os objetivos do edifício RB12, instalado na Avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro. Projetado pelo escritório Triptyque, o empreendimento produzirá sua própria energia e poderá até mesmo vender a eletricidade excedente.

A fachada do local será bioclimática, sendo composta por um jogo de vidros com brilho diamantado em ziguezague, paisagismo suspenso e geração de energia por meio de painel solar e de pilha combustível. Quando pronto, este será o primeiro empreendimento corporativo do Brasil a utilizar painéis fotovoltaicos na fachada para a produção de energia elétrica.

O edifício comercial de 21 andares contará com um terraço verde no seu último pavimento e utilizará células de hidrogênio para produção de energia elétrica a partir do gás natural encanado.

 

Os 11 prédios mais bonitos do mundo, segundo a Emporis

Tempo de leitura: < 1 minuto

1-absolute-world-towers-1--edvard-mahnicA empresa Emporis apontou os 11 prédios mais bonitos do mundo para o ranking Emporis Skycraper Award, que estabelece uma lista com os arranha-céus com o melhor design funcional e, esteticamente, mais bonitos.

Veja a lista e se você concorda com as escolhas:

1 – Absolute World Towers, no Canadá (foto acima);

2 – Al Bahar Towers, nos Emirados Árabes;

3 – Burj Qatar, no Catar;

4 – The Bow, no Canadá;

5 – House on Mosfilmovskaya, na Rússia;

6 – Pearl River Tower, na China;

7 – Varyap Meridian, na Turquia;

8 – UniCredit Tower, na Itália;

9 – Renaissance Barcelona Fira Hotel, na Espanha;

10 – Dumankaya Ikon, na Turquia;

11 – Zhengzhou Greenland Plaza, na China.

Todos os empreendimentos utilizam com maestria o design, a estética e a modernidade aliados à expertise da arquitetura comercial, da sustentabilidade e das novas formas de usar a arquitetura para estabelecer novas experiências ao público frequentador.

Inspiração: o design modernista do hotel Antumalal, no Chile

Tempo de leitura: < 1 minuto

antumalal-pucon.jpg.1024x0

Com design inspirado nas obras de Frank Lloyd Wright, um dos expoentes da icônica Bauhaus, o Hotel Antumalal, localizado na cidade de Pucón, ao sul do Chile, encanta pela arquitetura arrojada, que traz a natureza para dentro do empreendimento.

Contemplando a harmonia com o ambiente e a preservação da flora nativa, o hotel tem paredes lisas e revestidas de araucárias chilenas e janelas de vidro que oferecem vista panorâmica para este cenário de cartão postal – parecem quadros pendurados na parede.

Na hora de relaxar e revitalizar-se, ainda há o Spa Antumaco, estilizado com mobília de madeira, pedras e cimento, mantendo a arquitetura original e naturalmente integrado ao empreendimento – o espaço é esculpido em rochas naturais (abaixo).

spa-antumaco-pileta-hidromasaje-hotel-antumalal-pucon.jpg.1024x0

 

Guia destaca sustentabilidade na Arquitetura

Tempo de leitura: < 1 minuto

TetoVerdeA Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (Asbea) lançou a versão eletrônica de seu Guia de Sustentabilidade na Arquitetura – Diretrizes de Escopo para Projetistas e Contratantes. Trata-se de um documento que visa alinhar, entre contratante e contratado, os principais tópicos que deverão ser abordados no desenvolvimento do projeto, desde o levantamento das condições locais e do entorno do terreno, até os parâmetros de conforto, manutenção, durabilidade dos componentes e vida útil da edificação.

O guia também tem como objetivo melhorar as condições de sustentabilidade no desenvolvimento de projetos de arquitetura e das cidades, além de reunir informações sobre a importância das políticas públicas para viabilizar a implementação eficaz das boas práticas na área.

McDonald’s abre sua primeira unidade vegetariana

Tempo de leitura: < 1 minuto

McVeggieAcredite: a rede McDonald’s inaugurou sua primeira loja vegetariana. Na Índia, terra em que a vaca é um animal sagrado, a rede mundial de fast food resolveu adequar todo o seu cardápio aos gostos locais – lá a carne de vaca é proibida aos hindus e a carne de porco ofende os princípios muçulmanos.

Sem hambúrgueres de carne, a loja fica próxima ao Templo Dourado, na cidade santa sikh de Amritsar, nordeste da Índia. O destaque no cardápio é o sanduíche McAloo Tikki, um hambúrguer de massa de batata temperada e frita. Entre os sanduíches à base de frango, o Maharaja Mac também é favorito. Na arquitetura, a loja também demonstra traços mais clean em relação às lojas tradicionais, sem perder as peculiaridades da marca.

Mas o McDonald’s não está sozinho em seu projeto de ”indianizar” seu cardápio. A Domino’s Pizza, outra cadeia presente na Índia, criou pizzas com coberturas diversificadas.

Adequar o produto a novas experiências exigidas pelos consumidores é tendência mundial no varejo.

 

Projetos arquitetônicos garantem experiências diferenciadas

Tempo de leitura: < 1 minuto

aeroporto singapura2No mundo de milhares de possibilidades em que vivemos, prender a atenção do consumidor torna-se, cada vez mais, um trabalho hercúleo. Em grandes empreendimentos comerciais, um bom projeto de arquitetura pode ser decisivo para garantir a permanência dos clientes por mais tempo nos estabelecimentos, a partir da oferta de experiências diferenciadas e únicas. Em um aeroporto, em que as demoras e os atrasos têm sido cada vez mais constantes, proporcionar novas experiências aos usuários torna-se praticamente uma obrigação.

Um excelente exemplo dessa equação é o Aeroporto de Changi, em Cingapura. Eleito o melhor do mundo pelo World Airport Awards, promovido pelo site SkyTrax, Changi possui áreas de relaxamento, jardins variados, cinema gratuito 24h, piscina na cobertura e lounges com TVs. Para as crianças, há playgrounds e áreas infantis, com jogos eletrônicos especiais para elas.

E se a tecnologia está à disposição, a natureza também. Os jardins do aeroporto são divididos por tipo de plantas: orquídeas, cactos e girassóis. Um lago com peixes e um jardim com mais de mil borboletas nativas da Cingapura e da Malásia ocupa 330 metros quadrados.

Uma inspiração e tanto!

Sustentabilidade para conquistar o mercado

Tempo de leitura: < 1 minuto

lojasverdesAs principais redes de supermercados do Reino Unido têm apostado em programas agressivos de redução de emissão de carbono, usando a sustentabilidade como diferencial mercadológico. Companhias ambientalistas como a McKeever vêm trabalhando com os supermercadistas para conceber as próximas descobertas em design de lojas ecológicas, no maior clima de competição saudável – o que tem colocado os supermercados britânicos muito à frente de outros setores do varejo no quesito sustentabilidade.

A rede britânica Tesco, por exemplo, foi considerada a varejista mundial número um no combate às mudanças climáticas em função do seu projeto de descarte de carbono. Em 2010, inaugurou a primeira loja do mundo com emissão zero de carbono, em Ramsay, Cambridgeshire, na Inglaterra. E, desde então, abriu mais duas unidades, seguindo o mesmo padrão. Entre as ações, as filiais utilizam luz natural e placas solares para reduzir o custo de iluminação das lojas, além da água da chuva para a descarga dos banheiros e lavagem de carros.

Outro exemplo é a Sainsbury’s, cuja primeira ecoloja foi inaugurada há cerca de uma década. A rede utiliza um sistema, desenvolvido em parceria com uma empresa de petróleo, que direciona o calor gerado pelas unidades refrigeradas para 500 metros abaixo do solo, em uma série de pequenos túneis, que simultaneamente aquecem e esfriam as lojas.

Leia mais: http://bit.ly/1dxy2G3

 

Vera Zaffari fala sobre arquitetura comercial no JC

Tempo de leitura: < 1 minuto

25A arquiteta Vera Zaffari mostra sua expertise em arquitetura comercial em matéria publicada no Jornal do Comércio desta terça-feira. A matéria aponta Porto Alegre como a cidade com maior área bruta locável por habitante no Brasil e com uma expectativa de crescimento interessante para os próximos anos.

A aposta são os shoppings de vizinhança e open malls, com maior interação com o ambiente do entorno, em detrimento das grandes áreas de construção fechadas, modelo que ainda predomina e se consolidou até hoje. “O mundo está indo para o meio termo, para zonas de varejo mais estruturadas, interagindo com o verde e resolvendo problemas de fluxo, segurança e mobilidade”, afirma a arquiteta.

Confira a matéria completa no Jornal do Comércio: http://bit.ly/1p02dXN .

 

O futuro dos shopping centers é a diversificação

Tempo de leitura: < 1 minuto

shopping1

Shopping centers com áreas fechadas, sem espaços livres, estão fadados ao fracasso. Áreas verdes, entretenimento e atividades alternativas, oferecidas além do mix de lojas, praça de alimentação e cinema, precisarão estar em pauta dos empreendimentos que pretenderem fidelizar seus clientes e conquistar novos públicos.

O momento é de mudança no varejo, com as lojas físicas concorrendo diretamente com o comércio on line. Por isso é preciso criar uma experiência presencial única e memorável. Assim, a arquitetura comercial torna-se fundamental para criar a interação com o cliente que os shopping centers procuram. Quando as pessoas se sentem bem, trocam a tela do computador por um passeio com a família e, consequentemente, gastam mais.

Nesse sentido, a Starbucks vem fazendo um bom trabalho, criando esse ambiente acolhedor, quase familiar, e assim que precisam ser os shoppings – acolhedores e agradáveis. Já no The Grove, o pessoal da Four Seasons foi contratado para desenvolver a hospitalidade com a qual o cliente deve ser recebido.

São ideias interessantes que podem servir de inspiração para shoppings em qualquer parte do mundo.

Vitrine interativa e virtual

Tempo de leitura: < 1 minuto

adidasSeguindo a trilha da interação entre os ambientes virtual e offline atestado em grandes redes do varejo mundial, os supermercados britânicos Tesco instalaram vitrines virtuais em alguns aeroportos e estações de metrô. Por meio de uma espécie de tablets gigantes, os consumidores navegam entre os produtos que desejam comprar. Poucas horas depois, o produto escolhido é entregue na casa do cliente.

O clima de vitrine virtual segue em algumas lojas da marca esportiva Adidas, que passaram a funcionar mesmo quando estão fechadas. Uma vitrine interativa mostra os produtos que estão à disposição na loja. Para comprá-los basta tirar uma foto do código de barras, informar o endereço da entrega e aguardar o produto, no conforto de casa.