Posts

Patrimônio histórico: Cine Ipiranga, em SP, é tombado

Tempo de leitura: < 1 minuto

ipirangafachadaA Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo tombou o antigo edifício que abrigava o Cine Ipiranga e o Hotel Excelsior, no centro da capital paulista. O projeto do arquiteto Rino Levi data da década de 40.

A ideia é preservar a galeria de entrada, o saguão, as salas de espera e de projeção. Fechado desde 2005, o prédio ainda deverá ser reaberto pela prefeitura da cidade para abrigar um cinema de rua.

O escritório VZA – Vera Zaffari Arquitetura incentiva a restauração e a preservação do patrimônio histórico. É de Vera Zaffari e sua equipe o projeto do Hotel Laghetto Viverone, instalado na Rua Dr. Vale, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Confira detalhes sobre o projeto: http://bit.ly/1qYPp4U .

Leia mais no site Arqbacana sobre o tombamento do prédio do Cine Ipiranga, em São Paulo.

No Rio, Arq.Futuro propõe debate sobre urbanismo, arte e arquitetura

Tempo de leitura: < 1 minuto
1999-Richard-Serra-Obra-reciente

Obra de Richard Serra no Guggenheim de Bilbao. Crédito: Divulgação/Guggenheim

Quem se interessa por arquitetura e estiver no Rio de Janeiro no dia 27 de maio não pode perder o Arq.Futuro, principal evento de debates sobre arquitetura e urbanismo do país.

No Teatro Adolpho Bloch, na Glória, às 15h, Carlo Ratti, diretor do MIT Senseable City Lab, e Reinier de Graaf, sócio do escritório OMA, falam sobre urbanismo e o papel da água na arquitetura e no design no painel Diálogos Urbanos: Cidades Fluidas.

Às 18h, o artista plástico Richard Serra e o crítico de arquitetura do The New York Times Michael Kimmelman conversam sobre a relação entre a cidade e a arte.

O objetivo do Arq.Futuro é contribuir para a melhoria do ambiente construído e da qualidade de vida nas cidades do Brasil. Ao mesmo tempo em que promove a preservação do patrimônio arquitetônico brasileiro, o Arq.Futuro propõe um diálogo sobre o desenho e a gestão das cidades.