Posts

É Copa! O verde e amarelo na arquitetura de Brasília

Tempo de leitura: < 1 minuto

BrasiliaPara ressaltar o clima de Copa do Mundo, Brasília, nossa Capital, vestiu-se de verde e amarelo. Monumentos históricos idealizados pelo gênio da arquitetura Oscar Niemeyer (1907-2012) estão iluminados com as cores da bandeira nacional, em alusão festiva ao torneio de futebol que está sendo realizado no país.

Que a Seleção Brasileira e o Brasil sejam ovacionados tanto quanto nossa arquitetura é festejada, aqui e no exterior, como vem ocorrendo na Bienal de Arquitetura de Veneza, que está ocorrendo na Itália.

 

O Brasil na Bienal de Arquitetura de Veneza 2014

Tempo de leitura: < 1 minuto

nico saieh

Que tal aproveitar o clima da Copa para descobrir ou redescobrir a genialidade de nossos grandes arquitetos? Destaque para o pavilhão do Brasil na Bienal de Arquitetura de Veneza. Modernidade como tradição é o tema da exposição, que explorando a singularidade do Brasil como um país cuja identidade nacional – inclusive arquitetônica – foi construída sobre as bases da modernidade. A curadoria da exposição evidencia o moderno como fundamental para a história da arquitetura nacional.

“Brasil 1914 – 2014: modernidade como tradição” aborda a modernidade na arquitetura, em que o Brasil teve papel central no século XX. A curadoria do Pavilhão do Brasil, a cargo do curador, diplomata e crítico de arquitetura André Aranha Corrêa do Lago procura traduzir para o público internacional a complexidade e a riqueza da forma como se desenvolveu a arquitetura brasileira no período.

A exposição evidencia grandes personalidades da arquitetura brasileira, particularmente Lucio Costa, Oscar Niemeyer, Roberto Burle Marx, Affonso Reidy, Lina Bo Bardi, Lelé (João Filgueiras Lima) e Paulo Mendes da Rocha. Cerca de 50 arquitetos e 180 projetos compõem a mostra, que reúne várias gerações. Além dos nomes citados acima, estão os históricos Vilanova Artigas, Gregori Warchavchik e Rino Levi; os consagrados Ruy Ohtake e Eduardo de Almeida; os reconhecidos Vinicius Andrade, Marcelo Morettin, Angelo Bucci, Isay Weinfeld, Marcio Kogan e Marcos Boldarini; e os jovens Carla Juaçaba e Rodrigo Cerviño Lopes, entre outros.

Conheça o pavilhão brasileiro na Bienal de Arquitetura de Veneza, pela revista AU: http://bit.ly/1ohlOWJ (Crédito da foto: Nico Saieh/ Divulgação Bienal de Arquitetura de Veneza).

 

VZA forma parceria com a francesa Egis

Tempo de leitura: < 1 minuto

EGIS LOGOPara participar de uma licitação para grande projeto estrutural, o escritório VZA –  Vera Zaffari Arquitetura formou uma parceria internacional de consultoria, engenharia, estruturação de projetos e serviços de operação com a francesa Egis.

A empresa de engenharia e consultoria atua nos setores de transportes, desenvolvimento urbano, construção civil, indústria, recursos hídricos, meio ambiente e energia. Nos setores rodoviário e aeroportuário, sua proposta se amplia para o desenvolvimento de projetos, investimento em capital, entrega de projetos turn key e serviços de operação e manutenção.

Com um faturamento acima de R$ 2,6 bilhões em 2013, a Egis está presente em mais de 100 países e se posiciona entre as 20 maiores empresas de engenharia de projetos no mundo. No Brasil, a empresa presta serviços de engenharia para a implantação e operação de infraestrutura ferroviária, aeroportuária, rodoviária e no planejamento urbano e agregou notoriedade com a participação de 10% no consórcio Aeroportos Brasil, vencedor da concessão do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

 

Painéis termoisolantes na fachada: temperatura interna amena

Tempo de leitura: < 1 minuto

225759_412482125517225_1119328311_nUma das preocupações da arquitetura comercial recai sobre a sustentabilidade e a climatização dos ambientes. Um bom exemplo de resolução positiva do problema ocorreu no North Shopping Sobral, no Ceará, que optou pela instalação de painéis termoisolantes em sua fachada.

Região caracterizada pelas altas temperaturas durante o dia, a refrigeração dos shoppings é um dos itens de maior peso no cálculo dos custos de operação destes estabelecimentos por lá. Assim, todo o projeto do shopping Sobral foi orientado no sentido de minimizar os efeitos da incidência direta de sol nas alvenarias de fechamento e nas superfícies translúcidas.

Os arquitetos optaram pelo sistema de fachada ventilada e por cores menos absorventes de calor para o telhamento e os beirais de proteção dos vidros. Na fachada, o material utilizado para auxiliar na manutenção da temperatura interna em 22ºC foram os painéis termoisolantes TermoWall, que têm revestimento em aço e núcleo isolante em poliuretano (PUR). Os 4,6 mil m² de TermoWall utilizados foram fixados a 0,50 m de distância das paredes em blocos de concreto, criando um colchão de ar renovável que atenua a transferência de calor para o interior dos ambientes.

Fonte: PiniWeb.

Supermercado em Berlim adota a embalagem zero

Tempo de leitura: < 1 minuto

474259719_640Se você estiver em Berlim e resolver fazer suas compras para casa no supermercado Original Unverpackt, vá preparado: o estabelecimento não vende produtos em embalagens. Isso mesmo. Lá, para comprar shampoos, verduras e outros itens é preciso levar seus recipientes de casa.

No supermercado tudo é conservado em grandes silos e as mercadorias são vendidas apenas por peso. Os consumidores podem trazer recipientes reutilizáveis de casa ou encontrá-los na loja, juntamente com sacos de papel rigorosamente reciclados. O sistema permite que os clientes comprem  produtos sem embalagens desnecessárias e na quantidade que quiserem – tudo contra o desperdício de alimentos.

Veja na foto como ficará a disposição dos produtos na loja: um desafio também para quem trabalha com arquitetura comercial.

 

Patrimônio histórico: Cine Ipiranga, em SP, é tombado

Tempo de leitura: < 1 minuto

ipirangafachadaA Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo tombou o antigo edifício que abrigava o Cine Ipiranga e o Hotel Excelsior, no centro da capital paulista. O projeto do arquiteto Rino Levi data da década de 40.

A ideia é preservar a galeria de entrada, o saguão, as salas de espera e de projeção. Fechado desde 2005, o prédio ainda deverá ser reaberto pela prefeitura da cidade para abrigar um cinema de rua.

O escritório VZA – Vera Zaffari Arquitetura incentiva a restauração e a preservação do patrimônio histórico. É de Vera Zaffari e sua equipe o projeto do Hotel Laghetto Viverone, instalado na Rua Dr. Vale, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Confira detalhes sobre o projeto: http://bit.ly/1qYPp4U .

Leia mais no site Arqbacana sobre o tombamento do prédio do Cine Ipiranga, em São Paulo.

A importância da iluminação na arquitetura comercial

Tempo de leitura: < 1 minuto

LED-LE~1Um dos detalhes importantes a ser considerado em um projeto de arquitetura comercial é a iluminação. Sim, a iluminação pode auxiliar no fomento da vendas – ou tirar o consumidor mais cedo de dentro de um estabelecimento. “Uma loja bem iluminada faz com que o cliente fique mais tempo e, quanto maior o tempo gasto, maior é o tíquete médio”, afirma a arquiteta Vera Zaffari. Vera concedeu entrevista sobre o assunto à revista SuperVarejo, edição de maio.

Na matéria, Vera atenta para um dado importante: a iluminação está muito ligada à questão da sustentabilidade. “O supermercado é um ponto de venda que permanece muitas horas aberto, e a troca por lâmpadas e luminárias adequadas, com maior eficiência, não só ajuda o planeta como como auxilia a melhorar a rentabilidade da loja.”

Quer ver a matéria completa? Confira no site da SuperVarejo.

 

Edifício produzirá sua própria energia no Rio

Tempo de leitura: < 1 minuto

predio rio2Proporcionar economia para os compradores e um posicionamento positivo das empresas ali instaladas, do ponto de vista socioambiental. Esses são os objetivos do edifício RB12, instalado na Avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro. Projetado pelo escritório Triptyque, o empreendimento produzirá sua própria energia e poderá até mesmo vender a eletricidade excedente.

A fachada do local será bioclimática, sendo composta por um jogo de vidros com brilho diamantado em ziguezague, paisagismo suspenso e geração de energia por meio de painel solar e de pilha combustível. Quando pronto, este será o primeiro empreendimento corporativo do Brasil a utilizar painéis fotovoltaicos na fachada para a produção de energia elétrica.

O edifício comercial de 21 andares contará com um terraço verde no seu último pavimento e utilizará células de hidrogênio para produção de energia elétrica a partir do gás natural encanado.

 

Cubos destacam hotel Consolación na paisagem

Tempo de leitura: < 1 minuto

consolacionUma das construções mais surpreendentes do mundo, o Hotel Consolación surpreende por sua arquitetura diferenciada.

Localizado na província aragonesa de Matarraña, na Espanha, o empreendimento comercial foi construído em uma antiga capela, onde ficam alguns quartos e a maior parte dos espaços públicos. Contudo, as acomodações mais distantes são compostos por 10 cubos independentes, todos de folha de madeira, com enormes vidraças, dispostos à beira de um penhasco, proporcionando uma experiência única ao hóspede. Seus interiores conjugam materiais como pinho tratado com cobre e folhas de metal, com sofisticação que inclui banheiras em ardósia e equipamentos tecnológicos de última geração.

Para completar, a cozinha é aberta, e é possível assistir ao chefs trabalharem na hora das refeições ou se servir quando a fome bater.

VZA é destaque na imprensa nacional

Tempo de leitura: < 1 minuto

VZA_AuDuas das maiores revistas relacionadas à arquitetura e ao varejo ouviram Vera Zaffari sobre sua expertise na área.

Para a revista AU – Arquitetura e Urbanismo, a arquiteta falou sobre produtividade em escritórios de arquitetura: http://bit.ly/1g6kTiJ .

Já para a revista SuperVarejo, Vera mostrou a importância da iluminação na arquitetura comercial: http://bit.ly/SYhbDb .