Posts

Supermercado em Berlim adota a embalagem zero

Tempo de leitura: < 1 minuto

474259719_640Se você estiver em Berlim e resolver fazer suas compras para casa no supermercado Original Unverpackt, vá preparado: o estabelecimento não vende produtos em embalagens. Isso mesmo. Lá, para comprar shampoos, verduras e outros itens é preciso levar seus recipientes de casa.

No supermercado tudo é conservado em grandes silos e as mercadorias são vendidas apenas por peso. Os consumidores podem trazer recipientes reutilizáveis de casa ou encontrá-los na loja, juntamente com sacos de papel rigorosamente reciclados. O sistema permite que os clientes comprem  produtos sem embalagens desnecessárias e na quantidade que quiserem – tudo contra o desperdício de alimentos.

Veja na foto como ficará a disposição dos produtos na loja: um desafio também para quem trabalha com arquitetura comercial.

 

Patrimônio histórico: Cine Ipiranga, em SP, é tombado

Tempo de leitura: < 1 minuto

ipirangafachadaA Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo tombou o antigo edifício que abrigava o Cine Ipiranga e o Hotel Excelsior, no centro da capital paulista. O projeto do arquiteto Rino Levi data da década de 40.

A ideia é preservar a galeria de entrada, o saguão, as salas de espera e de projeção. Fechado desde 2005, o prédio ainda deverá ser reaberto pela prefeitura da cidade para abrigar um cinema de rua.

O escritório VZA – Vera Zaffari Arquitetura incentiva a restauração e a preservação do patrimônio histórico. É de Vera Zaffari e sua equipe o projeto do Hotel Laghetto Viverone, instalado na Rua Dr. Vale, no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Confira detalhes sobre o projeto: http://bit.ly/1qYPp4U .

Leia mais no site Arqbacana sobre o tombamento do prédio do Cine Ipiranga, em São Paulo.

No Rio, Arq.Futuro propõe debate sobre urbanismo, arte e arquitetura

Tempo de leitura: < 1 minuto
1999-Richard-Serra-Obra-reciente

Obra de Richard Serra no Guggenheim de Bilbao. Crédito: Divulgação/Guggenheim

Quem se interessa por arquitetura e estiver no Rio de Janeiro no dia 27 de maio não pode perder o Arq.Futuro, principal evento de debates sobre arquitetura e urbanismo do país.

No Teatro Adolpho Bloch, na Glória, às 15h, Carlo Ratti, diretor do MIT Senseable City Lab, e Reinier de Graaf, sócio do escritório OMA, falam sobre urbanismo e o papel da água na arquitetura e no design no painel Diálogos Urbanos: Cidades Fluidas.

Às 18h, o artista plástico Richard Serra e o crítico de arquitetura do The New York Times Michael Kimmelman conversam sobre a relação entre a cidade e a arte.

O objetivo do Arq.Futuro é contribuir para a melhoria do ambiente construído e da qualidade de vida nas cidades do Brasil. Ao mesmo tempo em que promove a preservação do patrimônio arquitetônico brasileiro, o Arq.Futuro propõe um diálogo sobre o desenho e a gestão das cidades.

 

 

A importância da iluminação na arquitetura comercial

Tempo de leitura: < 1 minuto

LED-LE~1Um dos detalhes importantes a ser considerado em um projeto de arquitetura comercial é a iluminação. Sim, a iluminação pode auxiliar no fomento da vendas – ou tirar o consumidor mais cedo de dentro de um estabelecimento. “Uma loja bem iluminada faz com que o cliente fique mais tempo e, quanto maior o tempo gasto, maior é o tíquete médio”, afirma a arquiteta Vera Zaffari. Vera concedeu entrevista sobre o assunto à revista SuperVarejo, edição de maio.

Na matéria, Vera atenta para um dado importante: a iluminação está muito ligada à questão da sustentabilidade. “O supermercado é um ponto de venda que permanece muitas horas aberto, e a troca por lâmpadas e luminárias adequadas, com maior eficiência, não só ajuda o planeta como como auxilia a melhorar a rentabilidade da loja.”

Quer ver a matéria completa? Confira no site da SuperVarejo.

 

Edifício produzirá sua própria energia no Rio

Tempo de leitura: < 1 minuto

predio rio2Proporcionar economia para os compradores e um posicionamento positivo das empresas ali instaladas, do ponto de vista socioambiental. Esses são os objetivos do edifício RB12, instalado na Avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro. Projetado pelo escritório Triptyque, o empreendimento produzirá sua própria energia e poderá até mesmo vender a eletricidade excedente.

A fachada do local será bioclimática, sendo composta por um jogo de vidros com brilho diamantado em ziguezague, paisagismo suspenso e geração de energia por meio de painel solar e de pilha combustível. Quando pronto, este será o primeiro empreendimento corporativo do Brasil a utilizar painéis fotovoltaicos na fachada para a produção de energia elétrica.

O edifício comercial de 21 andares contará com um terraço verde no seu último pavimento e utilizará células de hidrogênio para produção de energia elétrica a partir do gás natural encanado.

 

Cubos destacam hotel Consolación na paisagem

Tempo de leitura: < 1 minuto

consolacionUma das construções mais surpreendentes do mundo, o Hotel Consolación surpreende por sua arquitetura diferenciada.

Localizado na província aragonesa de Matarraña, na Espanha, o empreendimento comercial foi construído em uma antiga capela, onde ficam alguns quartos e a maior parte dos espaços públicos. Contudo, as acomodações mais distantes são compostos por 10 cubos independentes, todos de folha de madeira, com enormes vidraças, dispostos à beira de um penhasco, proporcionando uma experiência única ao hóspede. Seus interiores conjugam materiais como pinho tratado com cobre e folhas de metal, com sofisticação que inclui banheiras em ardósia e equipamentos tecnológicos de última geração.

Para completar, a cozinha é aberta, e é possível assistir ao chefs trabalharem na hora das refeições ou se servir quando a fome bater.

VZA é destaque na imprensa nacional

Tempo de leitura: < 1 minuto

VZA_AuDuas das maiores revistas relacionadas à arquitetura e ao varejo ouviram Vera Zaffari sobre sua expertise na área.

Para a revista AU – Arquitetura e Urbanismo, a arquiteta falou sobre produtividade em escritórios de arquitetura: http://bit.ly/1g6kTiJ .

Já para a revista SuperVarejo, Vera mostrou a importância da iluminação na arquitetura comercial: http://bit.ly/SYhbDb .

 

Os 11 prédios mais bonitos do mundo, segundo a Emporis

Tempo de leitura: < 1 minuto

1-absolute-world-towers-1--edvard-mahnicA empresa Emporis apontou os 11 prédios mais bonitos do mundo para o ranking Emporis Skycraper Award, que estabelece uma lista com os arranha-céus com o melhor design funcional e, esteticamente, mais bonitos.

Veja a lista e se você concorda com as escolhas:

1 – Absolute World Towers, no Canadá (foto acima);

2 – Al Bahar Towers, nos Emirados Árabes;

3 – Burj Qatar, no Catar;

4 – The Bow, no Canadá;

5 – House on Mosfilmovskaya, na Rússia;

6 – Pearl River Tower, na China;

7 – Varyap Meridian, na Turquia;

8 – UniCredit Tower, na Itália;

9 – Renaissance Barcelona Fira Hotel, na Espanha;

10 – Dumankaya Ikon, na Turquia;

11 – Zhengzhou Greenland Plaza, na China.

Todos os empreendimentos utilizam com maestria o design, a estética e a modernidade aliados à expertise da arquitetura comercial, da sustentabilidade e das novas formas de usar a arquitetura para estabelecer novas experiências ao público frequentador.

VZA é destaque na coluna de Danilo Ucha no Jornal do Comércio

Tempo de leitura: < 1 minuto

VZA_Ucha_14.05.14A VZA – Vera Zaffari Arquitetura recebeu destaque na coluna de hoje (14/05) de Danilo Ucha, no Jornal do Comércio.

O colunista falou sobre o novo Centro de Distribuição da Himalaia, em Eldorado do Sul (RS), cujo projeto já é referência na área de arquitetura sustentável. E citou a reinauguração da loja Luel, também projetos de Vera Zaffari e sua equipe.

 

Jogo de inclinações é a marca do hotel Bella Sky Comwell

Tempo de leitura: < 1 minuto

bella-sky-comwellLocalizado ao lado do Bella Center, em Copenhague, o Bella Sky Comwell destaca-se na paisagem com sua arquitetura moderna. O jogo de inclinações entre o exterior e o interior do prédio fazem com quem haja mais de 200 formas para seus 800 quartos.

Trata-se do maior hotel da Escandinávia. São duas torres inclinadas, conectadas por uma ponte no último andar. No bar da cobertura, que fica no 23º andar, é possível ter uma vista geral de Copenhague e da Reserva Natural Fælled Nature.

bella-sky-roomBanheiras e chuveiros de hidromassagem, saunas e banhos de vapor e três restaurantes completam o conforto do hóspede – e o deleite de observar tamanha obra de arte em forma de arquitetura comercial.