Mulheres na Arquitetura: Conheça a trajetória de Vera Zaffari

15 de março de 2021Tempo de leitura: 5 minutos

Vera Zaffari é mulher, gaúcha de Cachoeira do Sul, mãe de Graciela e Henrique, gosta da vida ao ar livre,  atividade física e conviver com amigos. Arquiteta e empresária, desde muito cedo se viu interessada por desenhos, cores, texturas, superfícies e até organização de espaços, criando lindos ambientes para suas bonecas. Claro, que toda essa aptidão acabou a levando futuramente para Arquitetura. 

Seu pai sempre esteve envolvido com a construção civil e, nesse período, Vera descobriu um novo hobbie – visitar as obras com o pai. Apesar de ser perigoso, pois naquela época não haviam todas as regras de segurança que vemos atualmente, brincar com materiais de construção, imaginar o resultado de todo aquele trabalho e o próprio “cheiro de obra” a levava para um futuro possível. 

Conforme foi crescendo entendeu que esses espaços, texturas, ambiências, lugares para viver e trabalhar tocavam muito forte o seu ser individual e criativo e quando chegou a hora de escolher um destino profissional, não teve dúvidas do que gostaria de se tornar, Arquiteta. A jovem mulher criativa, inovadora, que não gostava da repetição e sempre pensava em como fazer diferente, evoluir e criar melhorias, se formou em 1981 na UNISINOS.

 

O início da VZ&CO

Pouco antes da sua graduação, estava estagiária em um escritório de arquitetura e seu líder da época não se interessava por projetos, preferia estar à frente das obras. Por isso, rapidamente Vera Zaffari assumiu a liderança dos projetos da empresa e se tornou Sócia. Sempre esteve confortável na linha de frente e na liderança de cada processo dos projetos, período em que atuou junto a grandes clientes, algumas multinacionais onde atendia, na maioria das vezes, com a diretoria das empresas.

Em 1996, pensando em novas oportunidades, acabou separando a sociedade. Foi um momento bastante desafiador na sua carreira, pois imaginava que teria que trabalhar com projetos de escala menores, a nível residencial, por exemplo. Desta forma, seria mais fácil conseguir fechar trabalhos pois entendia que, anteriormente, só havia clientes grandes no seu portfólio pelo fato do seu sócio ser um homem. Naquela época a Arquitetura era majoritariamente dominada pelo sexo masculino e Vera não trabalhava com interiores, o que era natural para mulheres naquele tempo. Sempre atuou em ambientes industrial e corporativo. 

A surpresa nesse momento de transição, onde estava entendendo para qual ambiente se dirigir, foi encontrar o Diretor de uma companhia multinacional que atendia na outra sociedade e ele lhe dizer com muita tranquilidade e apreço que a sua competência profissional é que fazia toda diferença nos projetos que realizaram juntos. Naquele momento essa conversa lhe deu força por saber que o seu trabalho estava sendo reconhecido, não por questões de gênero, mas sim por excelência profissional.

Esse momento de reflexão lhe deu autoridade para galgar novos caminhos e continuar na linha que sempre atuou, que era trabalhar com grandes clientes e negócios. Não foi fácil impulsionar um novo rumo, mas em 1998 foi convidada para participar de uma rodada de seleção de escritórios de arquitetura, para atender uma grande rede de varejo multinacional. Na disputa estavam 44 escritórios, o seu acabou ficando em segundo lugar e, foi com essa vitória, que nasceu o VZ&CO. E o mais bacana dessa história é que esse cliente continua com o escritório até hoje. 

A empresária comenta que sempre acreditou na gestão da qualidade:

“Queria que esse fosse um diferencial e para isso estudei, fiz inúmeros cursos e MBA em Gestão Empresarial. Buscando entender como posicionar a VZ&CO no universo de empresas inovadoras e que se preocupam com a gestão da qualidade, para se tornar um escritório de arquitetura que entrega confiabilidade aos clientes.”

Assim, foi construindo um time onde os principais critérios de seleção foram pautados nessas características. Buscando por pessoas inovadoras, mas ao mesmo tempo que acreditem na melhoria dos processos para gerar uma experiência superior aos clientes, além de atribuir confiabilidade nos projetos que são entregues. 

 

Um time de mulheres incríveis

Atualmente a VZ&CO é majoritariamente formada por mulheres. Como a maioria dos projetos são de arquitetura de varejo e isso consiste em muitos detalhes de interiores, normalmente são as mulheres que possuem mais afinidade com esse tipo de entrega. Vera também salienta que a academia de Arquitetura mudou muito nesses últimos anos. Quando estava na graduação a maioria dos colegas eram homens e hoje é notório que a maioria das estudantes são do sexo feminino. 

 

Vera Zaffari expõem que percebeu uma queda na remuneração e preços dos projetos nos últimos anos:

“O valor que a gente consegue cobrar por um projeto, mesmo que tenha uma qualidade superior e valor agregado, é o mercado que estabelece. Esse valor foi caindo ao longo desses 30 anos e, na minha percepção, isso aconteceu pelo fato desse mercado ter se tornado majoritariamente mais feminino. Então, aqui vale a mesma regra que é compreendida no mundo inteiro, os salários das mulheres são, infelizmente, inferiores.”

A arquiteta ainda fala que esse parece um caminho sem muita saída, apesar de trabalhar com performance e altas tecnologias, softwares de ponta, buscando qualidade superior, ainda assim o mercado estipula um preço cada vez mais baixo para projetos. Comenta também que sempre foi muito bem recebida pelos clientes e independente de membros do seu time serem homens ou mulheres, faz questão de trabalhar com empresas que respeitem suas propostas de valor e peculiaridades, trabalhando com ética e respeito, quesito fundamental para manter o negócio.

 

Falando de  futuro 

Ser referência nacional na área que atua, que é arquitetura comercial, é o grande projeto da VZ&CO. O propósito de conciliar arquitetura comercial com visão de negócio está cada vez mais presente, buscando melhorar a gestão de processos e a qualidade das entregas. Considera extremamente gratificante quando um projeto pronto faz diferença na vida do cliente e que a confiança foi instaurada quando o cliente confia no projeto que recebe, pois sabe que o mesmo pode ser iniciado e a entrega será efetivada com maestria.

E tudo isso só é possível com uma gestão interna muito forte, com processos organizados, treinamentos e pessoas qualificadas. Vera acredita muito na tecnologia e inovação e usa a favor para melhorar a qualidade do trabalho que entrega. Busca continuar crescendo, se tornando relevante no mercado que atua e fazendo diferença na vida dos clientes, tornando-a mais fácil, produtiva e feliz, trazendo qualidade de vida para quem contrata o time VZ&CO. 

 

Conselhos de Vera Zaffari para jovens arquitetos: 

“Eu diria para um jovem que está entrando na Arquitetura Comercial, que é a nossa área, que essa pessoa precisa ser muito resiliente, acreditar e ter certeza que é isso que ela quer fazer e batalhar muito, pois não é uma profissão fácil. Se trabalha muitas horas, com prazos apertados. Assim como acontece na faculdade de Arquitetura, que demanda um tempo muito grande de trabalhos acadêmicos e muitas noites mal dormidas, sinto muito em dizer que a vida profissional não é diferente. Mas, essa profissão é maravilhosa. A gente transforma desenhos em pedaços de papel em espaços incríveis para as pessoas morarem, viverem, trabalharem, passarem sua vida, por isso é uma profissão muito gratificante. Eu considero uma das profissões mais lindas que existe. Você precisa saber que só de vontade e talento a vida profissional não dá certo, ela necessita de muito trabalho e muito esforço, mas é muito compensador.” 

 

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Tenha o melhor conteúdo sobre arquitetura e urbanização, atualizado e direto no seu e-mail.

Adaptando negócios tradicionais ao consumidor contemporâneo

No início de 2021 concluímos a entrega do projeto de arquitetura…

Mulheres pioneiras na Arquitetura e Tecnologia BIM

Antes de pensarmos em mulheres pioneiras em BIM precisamos olhar…